até que enfim alguém percebeu

Padrão

“Na próxima terça-feira (11) o CNJ vai terminar de julgar o processo que pode anular o concurso no Rio. O conselheiro Felipe Locke Cavalcanti, relator do caso, votou pela anulação da prova de seleção. Ele foi acompanhado pelo conselheiro Paulo Lôbo. “A situação do concurso do Rio de Janeiro em que ocorreram 10 graves irregularidades demonstra a necessidade de regularizarmos estes concursos. Até porque um juiz que entra desta forma põe em risco a independência do Judiciário. Este concurso não tem salvação“, diz Lôbo.

Ele critica ainda a metodologia adotada que acaba, na opinião dele, afetando até os cursos de direito. “As provas hoje cobram mais memorização de leis e regras dos tribunais e hoje, cada vez mais, precisamos de juízes que saibam pensar e não só memorizar regras”, completa o conselheiro, lembrando que muitos dos estudantes já direcionam seus estudos como uma forma de se preparar para um concurso.”

Notícia integral no Espaço Vital

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s