Little Children

Padrão

finalmente vi “Pecados Íntimos”(Little Children), que perdi no cinema. há tempos não via um filme assim tão adulto, tão provocador, e tão real. os conflitos dos personagens, antes de mostrarem um exagero tão comum em hollywood, refletem problemas comuns, que todo mundo enfrenta, e que dão aquela sensação de que eles poderiam ser nossos vizinhos. é fácil se imaginar no meio daqueles dilemas (a rejeição e o desejo bovariano de Kate Winslet, a suspeita, a passividade e a ausência de Jennifer Connely, o fracasso, a falta de rumo e a imaturidade de Patrick Wilson), por isso o filme funciona e segura uma tensão boa de que o cinema anda tão carente. e adorei o uso do parquinho e da piscina como “o social”, a vida normal e perfeita que se mostra ao exterior, ainda que, por dentro, sejamos todos uns losers.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s